Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

It's my diary

" Sorrir é viver, parar é morrer "

It's my diary

" Sorrir é viver, parar é morrer "

Medo desse amor iludido

6d32c41209b79cfc3e46eba46ae6dced.jpg

 

 

Existem palavras que se perdem com o tempo. Sentimentos que simplesmente ficam silenciados pela força do medo. Mágoas que permanecem no nosso peito bem dentro do nosso coração. O medo que nos invade torna-se algo incompreensível. O nosso amor perde-se por medo, por mágoa, por uma idiotice, uma estupidez. O passado deveria ser a força para o nosso presente, para o nosso futuro, porém ele simplesmente nos leva ao fracasso, tudo porque fomos idiotas e não soubemos aproveitar a oportunidade do nosso amor.

Sussurros voltam com o vento. Sorrisos são vistos como meras ilusões todas as noites quando a lua atinge o seu ponto alto. Olhares fingem ser trocados quando os nossos olhos fitam a lua brilhante e cheia de todas as noites de lua cheia. Palavras de amor são ditas no silêncio de um passado que podia ter perfeitamente resultado. Um medo agonizante invade os nossos corpos e nos faz voltar atrás nas nossas decisões. Perdemos as forças. Fracassamos. E no fundo sabemos que tudo o que precisamos é um do outro, novamente. O nosso amor tem que resultar. Ouvimos esse sussurro diversas vezes, porém a coragem perde-se com o vento. Nossos olhares jamais voltaram a cruzar-se. Nossos sorrisos terão que seguir em frente sem se voltarem a encontrar. Nossos lábios não poderão ser tocados. Nosso toque não pode mais acontecer. Negamos a verdade. Negamos o evidente. Isto tudo por força do nosso amor silencioso.

Sinto-te voltar ao meu coração a passos bem lentos. Tua voz parece ser miragem, mas eu sinto-te. Teu olhar está distante, mas eu sinto-te a olhar-me. Teu sorriso encontra-se noutra galáxia, mas eu sinto que estás vinte e quatro horas a sorrir para mim. Pergunto-me se viverei em ilusão. As respostas estão lá. Contudo tu estás noutra cidade. Pergunto-te se também sentes o mesmo. Será que se um dia perguntar à lua, ela irá responder-me?! Tenho medo da resposta. Tenho medo…do nosso amor.

Ilusão. Toda a vida é feita disso mesmo, não é verdade?! Porém eu acreditei fielmente em nós. Eu acreditei nos teus olhos. Eu acreditei no teu sorriso. Eu acreditei nas tuas palavras. Eu acreditei no nosso…amor. Terá sido tudo real?! Tenho medo de saber a verdade. Tenho medo de cair na realidade e isso levar-me a esquecer todos os nossos momentos. Tenho medo simplesmente porque quero que continues dentro do meu peito, e fazes o meu coração palpitar.

Saudades. O meu coração está cheio delas. Sinto-me a enfraquecer cada vez mais, e tu não estás aqui. As saudades estão a tomar conta do meu corpo, e eu não posso ver o teu olhar. Eu preciso de ti. Eu preciso do teu sorriso. Eu preciso do teu toque. Eu preciso…dos nossos momentos, novamente. Quero-te de volta. Quero continuar amar-te. Quero continuar a escrever a nossa história sem medos de ser magoada ou de magoar. Quero que este amor resulte. Quero lutar por ti, por nós, pelo que fomos e pelo que poderemos ser.

Andreia Filipa Pereira

28 de Agosto de 2013

Abismo

 

As lágrimas começam a sair dos meus olhos contra a minha vontade. O sorriso esconde-se cada vez mais atrás dos meus finos lábios. As últimas forças que me restam estão a desaparecer do meu corpo, fazendo-me cair no chão duro e frio. Tento levantar-me, mas não consigo. Tento renegar a dor que se quer apoderar de mim. Tento esquecer-te. Tento seguir em frente. Mas todas as minhas tentativas são em vão. Por mais que tente, tu não me sais da mente e muito menos do coração.

O meu peito dói-me cada vez mais, e o único sentimento que está presente em mim, são as saudades que sinto de ti, e de todos os nossos momentos. Relembro-me do teu olhar, do teu sorriso, do teu cheiro e da tua voz e começo a perceber que neste momento nada faz sentido na minha vida. Sinto falta de ti, e essa falta está a dar comigo em doida.

Não consigo respirar, pois o choro que em mim permanece é cada vez mais intenso e incontrolável. A cabeça dói-me, mas não consigo deixar de pensar em ti. O teu toque não larga a minha pele, e eu sinto que estou a cair lentamente no abismo. Vejo-te por todos os lados em que olho. Será isto, uma prova de que estou a ficar maluca?!

Tenho tantas dúvidas, e apenas algumas certezas. Amo-te e sei que nesta vida jamais me irei esquecer de ti. Amo-te, e sei que este amor será para sempre. Amo-te, e sei que somente tu irás ser capaz de me tirar deste abismo em que me encontro. Amo-te, e disso não podes duvidar.

Eu irei pertencer-te para sempre. Aconteça o que acontecer, eu irei ser eternamente tua! És o único dono de mim e do meu coração. És o único capaz de arrancar um sorriso dos meus lábios. És o único que me faz rir sem motivo para tal.

Preciso de ti meu amor, porque sem ti nada na minha vida faz sentido. Preciso de ti porque te amo cada vez mais.

Andreia Filipa Pereira

30 de Junho de 2011

 

Prometo textos melhores em breve (:

Alterei o link do tumblr, por isso se quiseres seguir clica aqui :p
Beijinhos ^^

Noite

 

O sol pôs-se uma vez mais, e consigo trouxe a noite, noite essa que hoje é cada vez mais fria e escura.

Hoje tenho medo de sair a rua, porque tudo me parece frio e obscuro. Durante o dia não consigo ver o sol a brilhar, e durante a noite não consigo ver o brilhar da lua e das estrelas, e isso assusta-me cada vez mais. Tenho medo de congelar neste mundo cada vez mais imperfeito, tenho medo de congelar e não conseguir estar contigo apenas uma última vez.

Tudo mudou desde o dia em que tive que partir, e deixar-te naquele “nosso” sítio especial. Tudo mudou, porque simplesmente não te tenho mais ao meu lado.

Contigo ao meu lado tudo era muito mais colorido e perfeito, contigo via o meu mundo cheio de cores alegres. Contigo conseguia ver o brilho do sol mesmo num dia de tempestade. Contigo conseguia ver a lua e as estrelas a cintilarem na bonita noite de luar. Contigo não tinha frio, e nada parecia obscuro. Contigo não tinha medo de nada, contigo sentia-me totalmente protegida de tudo! Contigo, simplesmente tudo era bonito, único e perfeito!

Hoje nada é assim, tudo porque me sinto sozinha neste mundo. Sinto-me sozinha porque tu não estás aqui para me proteger.

Sem ti sou uma menina indefesa sem forças para sair a rua e lutar contra os seus medos.

Sem ti tudo se torna tão imperfeito, tão cinzento, tão frio, e tão triste! E essa tristeza transparece em mim, tirando toda a alegria que as recordações dos nossos momentos me deixam.

Quero voltar a ser feliz, quero voltar a ter forças, quero voltar a ver o mundo cheio de cores alegres e bonitas, quero ver o brilho do sol, quero ver a lua e as estrelas a brilharem a noite, quero deixar de ter frio.

Quero que me protejas abraçando-me calorosamente como se eu fosse a tua princesa. Quero que me beijes os lábios docemente fazendo-me sentir as melodias mais belas deste mundo. Quero que me olhes com esses teus belos olhos e me faças sentir a rapariga mais feliz deste mundo. Quero que me sorrias e me faças ansiar por muito mais que os teus doces lábios.

Enfim, quero-te do meu lado para todo o sempre!

Amo-te na imensidade da palavra e do sentimento meu "P.G."

 

Andreia Filipa Pereira

18 de Março de 2011

Ausência

23ebd5248c4c5602efe4bcfde379df8d.jpg

 

Hoje as saudades tomaram outra vez conta de mim, as lágrimas tomaram conta do meu rosto vencendo o meu sorriso! A tristeza apoderou-se de mim e ignorou as minhas pequenas tentativas de felicidade!

A tua ausência está a tomar conta de mim e está a congelar cada vez mais o meu coração e o meu sorriso! Tento sorrir ao relembrar todos os nossos momentos, mas já não consigo sorrir mais, as lágrimas de saudades teimam em sair sobre os meus olhos.

Sinto que tudo o que passamos está cada vez mais distante e frio, sinto que a minha pequena esperança em voltar a ter esses momentos é cada vez mais escassa.

Tudo o que mais queria neste momento era poder estar ao teu lado e sentir o teu confortável e quente abraço, e por fim beijar esses teus lábios tão apetecíveis! Dava tudo para te voltar a ter do meu lado e voltar a ser totalmente feliz, como fui quando estava ao teu lado…

Mas hoje sei que o melhor é esquecer tudo aquilo que sinto e desejo, e esquecer por breves instantes tudo aquilo que passamos…

E sim, hoje quero-te esquecer, porque quero continuar a ser feliz quando relembrar os nossos momentos, pois é com um sorriso nos lábios que eles devem ser relembrados…

Mas tu sabes que no fundo jamais te irei esquecer, porque sabes bem o quanto foste especial para mim, e continuas a ser, e o quanto me fizeste feliz!

E por tudo aquilo que passados e por toda a felicidade que me deste desde que te conheci, digo-te com todas as minhas forças: AMO-TE! Porque hoje só quero gritar ao mundo que te amo, e por fim “apagar” este intenso amor…

Mas ambos sabemos que esta pequena mas intensa história jamais será esquecida!

Amo-te meu puto!

 

AndreiaFIlipaPereira

(07/03/2011)

Miss you

6d32c41209b79cfc3e46eba46ae6dced.jpg

 

Sinto que tudo está tão distante e tão frio, mas por outro é tudo tão presente…sinto que tudo o que parecia perfeito no passado hoje não passa de uma simples e mera ilusão…sinto que toda a magia que havia em nós se desvaneceu…

Mas hoje não posso negar mais aquilo que sinto…não posso negar que te sinto a fugir de mim…não posso negar que te perdi, isto se alguma vez foste meu!

Os nossos momentos agora não passam de simples e meras memórias que não me saem da mente, mas sinto que toda a magia se foi…

Não nego que por vezes gostava de voltar atrás no tempo e repetir tudo outra vez, não nego que por vezes penso que um dia poderá voltar a ser o mesmo, não nego que por vezes sonhe em avançar…mas tudo não passa de uma simples ilusão! O passado foi realidade, hoje é ilusão…e sei que esta história é um capítulo fechado na minha vida, um capítulo do qual tenho orgulho, e muitos bons momentos para recordar! E sim ainda penso em ti, e ainda te amo, não vale a pena negar…mas tudo mudou, e já não dá mais…porque simplesmente já não há mais aquela magia, já não há mais aquele brilho que havia entre nós…

Eu mudei muito desde que te conheci, sabes?! Contigo aprendi a sorrir novamente, contigo sempre fui feliz, e sempre passei bons e grandes momentos…por isso te digo: jamais me esquecerei de ti, jamais me esquecerei do “nós”, e jamais me esquecerei da nossa pequena história de fantasia…

Neste momento só consigo sentir saudades de tudo aquilo que vive contigo, só consigo sentir saudades da felicidade que sentia por te ter ali comigo naquele pequeno espaço luminoso, só consigo sentir saudades do teu olhar que me penetrava o coração, só consigo sentir saudades do teu sorriso esplendoroso que invadia a minha mente de felicidade, só consigo sentir saudades da tua gargalhada engraçada que me deixava rendida a ti, só consigo sentir saudades de ti…só consigo sentir saudades dos nossos momentos que me deixavam com aquele brilhozinho especial nos olhos…

E esta noite mais uma vez irei deixar-te entrar nos meus sonhos, irei deixar que domines a minha mente e me faças acreditar que a nossa história ainda não terminou e que o “nós” irá existir para sempre!

E em toda a minha vida o meu sorriso terá sempre uma marca tua…e o meu olhar reflectirá cada momento que vivi contigo!

Amo-te meu puto…!

 

AndreiaFilipaPereira

(09/02/2011)

Saudades...

Hoje faz oito meses que te conheci, que senti aquela atracção forte por ti, que senti que ias ser muito especial para mim…hoje faz seis meses que descobri o quanto estava apaixonada por ti, que soube o quanto és especial na minha vida…hoje faz quase seis meses que tirei a primeira foto contigo, e que nos começaram a chamar de “pombinhos”.

Dia dois faz seis meses que te senti bem próximo de mim…e que me disseram pela primeira vez que eu era a tua miúda…

Foi há quatro meses e cinco dias que tive aquela conversa contigo e aí tudo ficou muito melhor…sinto que nos aproximamos bastante, sinto que a nossa amizade/relação ficou muito melhor…nesse dia foste muito querido e fofo comigo, o porquê disso?! Não sei…talvez até sintas algo por mim…

Está quase a fazer três meses que me despedi de ti e que tivemos muito próximos…outra vez! Quando me despedi de ti senti-te triste e atrapalhado, e depois lá me deste dois beijinhos…sim foste fofo e querido…passado uns dias falei-te e tu respondeste-me como se tivesses saudades minhas…

Revi-te depois disso, e quando me voltei a despedir de ti disse-te que não sabia quando voltava e a tua resposta foi “quando voltares é para ires tomar um copo”…que quererá isto dizer?!

Fui-me embora outra vez e aí sinto que nos afastamos…mas voltei a reencontrar-te, e aí sim senti que tudo tinha mudado, senti que a magia que havia entre nós tinha acabado…

Agora passados oito meses desta nossa história já nada é igual…tudo mudou! Mas não…na verdade, tudo ainda está bem presente nas nossas memórias e sei que jamais nos iremos esquecer de tudo aquilo que passamos…

Porque só tu sabes o quanto a nossa história foi especial, porque só tu sabes fazer-me sorrir daquela maneira, porque só tu sabes por os meus olhos a brilhar…

Já não te vejo há um mês e não sinto aquelas saudades como sentia dantes…mas confesso que sinto saudades dos nossos momentos, porque sabes? Eu fui muito feliz aí…fui muito feliz contigo!

E por tudo o que passamos te devo um muito obrigada…e sei que a nossa história jamais terá um fim!

No fim de tudo ainda te adoro, sabes?!

 

PS: Muito obrigada Cláudia Alves…porque só tu é que me percebes-te nesta história toda, porque foste a única que assistiu a tudo e sabias o quanto ele era especial, porque foste a primeira a perceber tudo o que existia entre nós…<3

 

AndreiaFilipaPereira

(28/01/2011)